Transparência Total no Gasto Público Para Inibir a Corrupção.

Imagine ter acesso pela internet, sem burocracia, a todos os gastos do governo do Estado de São Paulo, de forma detalhada. Seria possível, por exemplo, conseguir ver quantas seringas foram compradas, de qual fornecedor e a que preço, de qualquer hospital da rede pública estadual. Ou saber quanto determinada escola estadual pagou por cada caneta comprada, ou por determinado serviço terceirizado contratado, como limpeza ou jardinagem. Em tempos de internet e notas fiscais eletrônicas, isso seria perfeitamente possível. 


Recentemente, os paulistas foram surpreendidos por mais um escândalo de corrupção: em Tietê, ovos da merenda escolar foram comprados a R$ 12,15 a unidade, ou seja, nada menos que R$ 145,80 a dúzia! Isso não aconteceu só com o ovo, mas com os demais produtos da merenda escolar, uniformes, materiais e até pela limpeza de escolas. Um superfaturamento estimado em cerca de R$ 366 mil, descoberto pela Polícia Federal na Operação Prato Feito, mas que poderia ser inibido se houvesse mais transparência nos gastos públicos: como as informações não estão disponíveis a toda a população, foi preciso esperar que uma operação da Polícia Federal  descobrisse os crimes.

Propomos uma lei obrigando a publicação na internet de todos os gastos do governo, incluindo aí não só materiais, mas também aluguéis e serviços prestados, de maneira acessível e simples para o cidadão. Dá pra fazer, basta vontade política e pressão da sociedade. 


Por Francisco Mestre


Fonte: https://www.revistaforum.com.br/na-terra-de-temer-e-do-psdb-cada-ovo-da-merenda-escolar-custa-r-1215/

Postagens mais visitadas