Pular para o conteúdo principal

Postagens

Destaques

OS ATAQUES DE BOLSONARO À CLASSE TRABALHADORA

O presidente eleito Jair Bolsonaro anunciou o fim do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), de forma claramente improvisada e desrespeitosa, quando disse que "o Ministério do Trabalho vai ser incorporado a algum ministério”. Depois, Bolsonaro divulgou que o MTE seria uma pasta do Ministério da Economia, do liberal Paulo Guedes. Por fim, teve que recuar, afirmando que o MTE não perderá o status de ministério.
A extinção do MTE, assim como a extinção de qualquer ministério, traria reduções ínfimas de gastos ao governo, haja vista que toda a estrutura e o conjunto de funcionários continuaria a existir, apenas respondendo ao Ministério da Economia. Mas a extinção teria um forte impacto simbólico quanto às políticas de valorização dos trabalhadores e de combate ao desemprego. Criado há 88 anos, o MTE é responsável por regular as relações entre o capital e o trabalho, e por formular políticas de geração de emprego e renda. Tem a missão de fiscalizar e coibir abusos contra trabalhador…

Últimas postagens

OS RECUOS DE UM POLÍTICO FRACO E DESPREPARADO.

Pelo Plano de Carreira e pela Administração Técnica nos Correios

Pela Regulamentação dos Valores Pagos pelos Convênios aos Psicólogos

PROGRAMA RUA DA FAMÍLIA. Uma proposta do Francisco Mestre 50090

Em Defesa do Fundo de Pensão dos Correios (POSTALIS)

Proposta Prevê Plano de Carreira e Plano de Saúde para Policiais Militares.

Na Luta por 30 Horas Semanais para Psicólogos e Enfermagem

Prosposta Prevê a Contratação de Psicólogos na Rede Estadual de Ensino

Você Sabia?: Apenas UMA Delegacia da Mulher em Todo O Estado de SP Tem Atendimento 24 Horas!

Alterar as Comissões de Concursos Públicos Beneficiaria Todas as Categorias Profissionais.